terça-feira, 30 de novembro de 2010

Alfa Beta

Sei que quando fecho os olhos
Ainda posso te encontrar..
E de te ter bem em meus braços
Sei que sempre vou lembrar..
No momento que você preparava pra entrar na minha vida
Mal eu podia saber que seria pra ficar

Sei que quando chega a noite
Vou poder me aproximar
E se pudesse escolher, no meu sonho eu viveria
Pois sendo perto de você
Eu vou pra qualquer lugar
E do resto esquecer, em você que vou pensar

Sei que pode não ser certo mas preciso dizer
Que eu estou em alfa beta pensando em você
E ainda conto os segundos para te encontrar
Pois ao seu lado descobri o que é amar..
E o meu mundo só dá certo se for com você
Pois sempre fico em alfa beta quando vou dormir
Já que é fato que é contigo que eu vou sonhar
E acordar não vou querer pra não te ver partir

Nem tão perto, nem tão longe
Sei bem onde você está.
E mesmo sem ter muita chance
Ainda pretendo te alcançar
Nem que seja em um segundo
Eu já vou poder sentir
O que senti naquela noite que me faz não desistir..

Sei que quando chega a noite
Vou poder me aproximar
E se pudesse escolher, no meu sonho eu viveria
Pois sendo perto de você
Eu vou pra qualquer lugar


Uma musiquinha eu diria um pouco infantil... mas tão bunitinha...

hehe.. por hoje é só.

Sobre o amor e o desamor, sobre a paixão
Sobre ficar, sobre desejar, como saber te amar?
Sobre querer, sobre entender, sem esquecer
Sobre a verdade e a ilusão
Quem afinal é você?
Quem de nós vai mostrar realmente o que quer?
Um coração nesse furacão, ilhado onde estiver.
O meu querer é complicado demais,
Quero o que não se pode explicar aos normais.
Sobre o porquê de tantos porquês,
E responder
Entre a razão e a emoção eu escolhi você!

terça-feira, 9 de novembro de 2010


Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.

domingo, 31 de outubro de 2010

Tenho algo a dizer mas, ainda não é o momento...
;)

sábado, 23 de outubro de 2010

As possibilidades de felicidade são egoistas meu amor.
Viver a liberdade, amar de verdade, só se for à dois.
Só Dois...
;)

terça-feira, 19 de outubro de 2010

"Existem diversos tipos de relações na nossa vida, pessoais, carnais, profissionais, familiares e a amizade. Para mim, uma amizade é uma relação, é a mais forte e importante de todas.
Dentre nossas amizades, para mim, existem três tipos. Pode parecer tolo e estúpido mas é fácil de entender:

Na primeira delas, temos o óleo e a água... quando se encontram é lindo, mas ambos, em nenhum momento da vida irão se misturar. Se houver a fervura, o mundo deles explode, então se descobre que esses dois nunca poderiam ter essa relação chamada amizade.

A segunda delas, temos o sal e a água, eles se encontram, o sal se envolve e se fundem. Aparentemente criam sua relação mas se você ferver a mistura, a água vai embora e o sal fica. Essa é a amizade cômoda, a maioria das pessoas pensam isso da amizade, principalmente aqueles que dizem que "nada é para sempre".

Na terceira, temos a água e o açúcar. Eles também se encontram e se fundem. Alí está algo que parece cômodo também mas, se você ferver essa mistura, temos o caramelo... uma coisa única, que nunca nem nada poderá separar. Ambos modificados após a fervura, mas ainda mais unídos..."
"Sentir tudo de todas as maneiras,
Viver tudo de todos os lados,
Ser a mesma coisa de todos os modos possíveis ao mesmo tempo,
Realizar em si toda a humanidade de todos os momentos
Num só momento difuso, profuso, completo e longínquo."

...

"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver,
acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao
mundo e maior amor ao coração dos homens."
"Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente?" - perguntou o mestre.

"A quem tentou entregá-lo" - respondeu um dos discípulos.

"O mesmo vale para a inveja, a raiva, e os insultos" - disse o mestre. - "Quando não são aceitos, continuam pertencendo somente a quem os carregava consigo. Por isso, a sua paz interior depende exclusivamente de você e as pessoas não podem lhe tirar a calma, exceto se você permitir..."
Depois do insucesso, os planos mais bem pensados parecem-nos tolos.
Sou mestre na arte de falar em silêncio.
Toda a minha vida falei calando-me
e vivi em mim mesma tragédias inteiras sem pronunciar uma palavra...
O segredo da existência não consiste somente em viver, mas em saber para que se vive.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

11 bocas diferentes... ksaopskpoaskopa
Adóóroooooooo

Ando tão feliz que chego a desconfiar das coisas... Haha...
Ao invéz de atuar teatralmente eu estou vivendo...
Agora cuido mais de mim.
Estou de bem comigo mesma = estou de bem com tudo.

Bebedeira e pegação há tempos que não faço uma dessas...
Foi divertido na hora e agora ta meio pesado mais não to nem aí...
Saí pra zuar e fiz o que eu queria ... e ponto...

terça-feira, 5 de outubro de 2010


Meninas são complicadas...
Mas tão graciosas.
Lembro de como tudo começou...
Lembro do primeiro beijo e até da primeira vontade de ter uma menina nos meus braços.
Tudo começou cedo...
Foi uma descoberta difícil no inicio e pensei que fosse difícil somente no começo.
Mas não é fácil ser discriminada pela sociedade, complicado ficar bem perante os olhares alheios das pessoas cheias de preconceito.
Já amei meninas.
Já chorei por elas.
sonhei com algumas.
fui feliz.
pensei que um amor nunca morre.
acreditei em frases românticas.
tentei mudar por alguém.
fiz de tudo apenas para matar a saudade... andei apé vários e vários quilómetros, fugi de casa, fiquei sem poder voltar para casa e peguei caronas perigosas, outras divertidas.
fiz de tudo quase... sempre querendo fazer alguma menina feliz, ou fazer com que se sentissem amadas. E fazendo isso tudo, automaticamente me sentia feliz também, ao ver um sorriso estampado no rosto delas.
Só uma coisa não fiz... Nunca me amei ou cuidei de mim.
Sei que posso parecer desligada, mas, sempre estou vendo e participando de tudo.
Prefiro ficar desligada agora, mas desligada para os outros não mais para mim.
Gosto de mulheres inteligentes e divertidas.
Amei o que acreditei ser para sempre... mesmo sabendo que poderia ser perigoso...
Hoje ainda amo e ela está sempre do meu lado, mesmo que eu faça algo que a decepcione...
Te amo mãe, e eu sei que esse sentimento é o único que será pra sempre.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Espantada ainda ...
Foi tão rápido...
Agora tenta se esconder...
Até quando? Até um dia cair a fixa novamente e sentir saudade?
Tomara que não...
Carrego minha consciencia limpa, fiz tudo o que eu podia ter feito e não me arrependo.
Primeira vez que isso acontece assim.
Primeira vez que não traí nem quiz trair.
Amei e deixei ser amada.
Ironica a vida não?
Muito sentimento acumulado, logo..., nada além de querer bem.
Agora me evita, parece que nem me conhece, foge.
Tudo bem que terminou, mas, não precisa virar a cara, Eu nada fiz.
Seja feliz
:*

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Perfeita Simetria

Toda vez que toca o telefone
Eu penso que é você
Toda noite de insônia
Eu penso em te escrever
Pra dizer que o teu silêncio me agride
E não me agrada ser um calendário do ano passado
Prá dizer que teu crime me cansa
E não compensa entrar na dança depois que a música parou
A música parou (Parou!)

Toda vez que toca o telefone
Eu penso que é você
Toda noite de insônia
Eu penso em te escrever
Escrever uma carta definitiva que não dê alternativa prá quem lê
Te chamar de carta fora do baralho
Descartar, embaralhar você
E fazer você voltar ao tempo em que nada
Nos dividia
Havia motivo pra tudo
E tudo era motivo pra mais
Era perfeita simetria
Éramos duas metades iguais
O teu maior defeito
Talvez seja a perfeição
Tuas virtudes
Talvez não tenham solução
Então pegue o telefone
Ou um avião
Deixe de lado
Os compromissos marcados
Perdoa o que puder ser perdoado
Esquece o que não tiver perdão
E vamos voltar aquele lugar
vamos voltar

Ao tempo em que nada
Nos dividia
Havia motivo pra tudo
E tudo era motivo pra mais

Era perfeita simetria
Éramos duas metades iguais

domingo, 19 de setembro de 2010

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!

Vivendo e aprendendo

Aprendendo a separar pessoas de objetos
Sou possessiva com o que é meu.
Pessoas não são minhas (fato)
Objetos sim...
Fico indignada quando mexem nas minhas coisas sem minha permissão... o que é meu é meu.
Me sinto incomodada quando tenho que dividir a atenção dela com outra pessoa, mas, não posso ser assim.
Ontem fiz papel de criança e deixei o clima meio pesado entre a gente.
Mas estou feliz em ter me redimido e visto que estava errada.
Perdão se te amo assim, e perco o juízo.
Mas as únicas certezas que eu tenho na vida são a morte e o amor que eu sinto por ti.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

The Real L Word

Episódio 01 – The Power of the Clam
O Poder do Marisco

http://www.easy-share.com/1911088078/trlw.s01e01.byParadaLesbica.rmvb

Episódio 02 – Game On
Jogo Iniciado

http://www.megaupload.com/?d=2YAV84VZ

Episódio 03 – Bromance
Amor de Irmãs

http://www.megaupload.com/?d=UWC3ZU9C

sábado, 28 de agosto de 2010

Fica a dica

http://nobrasil.org/1001-discos-para-ouvir-antes-de-morrer/

sábado, 21 de agosto de 2010

Where Is The Love?

Onde está o Amor Black Eyed Peas
O que há de errado com o mundo, mãe
Pessoas vivendo como se não tivessem mãe
Acho que o mundo todo se viciou no drama
Somente atraído pelas coisas que irão lhe trazer traumas
Estrangeiro, sim, nós tentamos parar o terrorismo
Mas nós ainda temos terroristas vivendo aqui,
Nos Estados Unidos, a grande CIA
"O Bloods" e "O Crips" e a "KKK"

Mas se você somente tiver amor pela sua própria raça
Então você apenas deixa espaço para a discriminação
E discriminar gera somente ódio
E quando você odeia então você está impelido a ficar irado, sim
Maldade é o que você demonstra
E é exatamente assim que os raivosos trabalham e agem
Neguinho, você tem que amar apenas para ser correto
Tenha controle de sua mente e medite
Deixe sua alma gravitar para o amor, todos vocês, todos vocês

REFRÃO
Pessoas matando, pessoas morrendo
Crianças feridas e você pode ouvi-las chorando
Você pode praticar o que você prega?
E mudar sua personalidade

Pai, pai, pai nos ajude
Nos mande alguma orientação do céu
Porque as pessoas me tem, elas me tem questionado
Onde esta o amor? (Amor)


Onde está o amor? ( O amor)
Onde está o amor? ( O amor)
Onde está o amor
O amor, o amor


Isso não é apenas o mesmo, sempre está mudando
Nossos dias estão estranhos, o mundo está estranho
Se amor e paz são tão fortes
Porque as peças do amor não se encaixam?
Nações lançando bombas,
Gases quimicos enchendo nossos pulmões
Com o progressivo sofrimento a juventude morre cedo
Então pergunte a si mesmo, o amor realmente se foi?
Então eu poderia perguntar a mim mesmo, o que realmente está errado?
Neste mundo que nos vivemos as pessoas reprimem o altruismo
Tomando decisões erradas, apenas visando seus lucros
Não respeitando o próximo, negando seu irmão
A guerra está acontecendo, mas as razões são secretas
A verdade é mantida em segredo, varrida pra debaixo do tapete
Se voce não conhece a verdade, então você não conhece o amor

Onde está o amor, todos vocês, vamos lá (Eu não sei)
Onde está o amor, todos vocês, vamos lá (Eu não sei)
Onde esta o amor, todos vocês

Pessoas matando, pessoas morrendo
Crianças feridas e você pode ouvi-las chorando
Você pode praticar o que você prega?
E mudar sua personalidade


Pai, pai, pai nos ajude
Nos mande alguma orientação do céu
Porque as pessoas me tem, elas me tem questionado
Onde esta o amor? (Amor)


Onde está o amor? ( O amor)
Onde está o amor? ( O amor)
Onde está o amor
O amor, o amor


Eu sinto o peso do mundo em meu ombro
Estou ficando tão velho, todos vocês, pessoas frias
Muitos de nós apenas preocupados em fazer dinheiro
O egoísmo nos faz seguir nosso proprio caminho
Informações erradas são sempre mostradas pela mídia
Imagens negativas são os critérios principais
Infectando rapidamente jovens mentes como bactéria
Crianças agem como o que veêm no cinema
O que quer que tenha acontecido com os valores da humanidade
O que quer que tenha acontecido com a justiça para com a igualdade
em vez de espalhar amor, nós espalhamos hostilidade
A falta da compreensão, conduzindo vidas afastadas da união
Esta é a razão pela qual as vezes me sinto pra baixo
Esta é a razão pela qual as vezes me sinto desanimado
Não é de se admirar porque as vezes me sinto pra baixo
Manterei minha fé viva para o amor

Pessoas matando, pessoas morrendo
Crianças feridas e você pode ouvi-las chorando
Você pode praticar o que você prega?
E mudar sua personalidade

Pai, pai, pai nos ajude
Nos mande alguma orientação do céu
Porque as pessoas me tem, elas me tem questionado
Onde esta o amor? (Amor)
Tudo em paz novamente?
Não minha consciência não está em paz...
Oh Shit...

sábado, 14 de agosto de 2010

Será que sou digna de algo que dure para sempre?
Algo não material
Algo não superfícial
O que sempre quiz foi ser feliz e fazer feliz quem me fizesse... mas isso é apenas um sonho que não alcançado se torna um pesadelo.
As vezes o medo não nos deicha ser.
As vezes a magoa nos faz implacáveis, nos endurece a alma, nos deicha longe.
Mas muitas vezes não queria ser eu... e aew?
Quando não quero (ser) uso as diversas máscaras que tenho aqui... e sendo assim muitos gostam de mim.
Tiro a máscara usada e me torno eu, só assim percebo que não é bom que muitos gostem de mim.
Apenas uma pessoa seria o bastante, apenas alguém que de valor ao meu verdadeiro EU me deicha feliz.
Apenas uma... que ouça as batidas da vida no meu peito. E se deiche tocar junto de outro peito, outra vida pulsante.

Muitos ja tentaram amar, muitos desses conseguem.
Mas só amar não basta.
Ser correspondido a altura é o que realmente deveria acontecer.
Mas como saber qual a pessoa certa para se deichar amar, para amar e se entregar?
.................................................................................................................................................??????????



Sinta... apenas sinta com toda a sua alma. (...)

Eu amava e não me deichava amar por alguem que ja me fez sofrer.
Isso só aconteceu porque eu me tornei fria... (culpa minha)?
Também, também é culpa minha.
Culpa sua? Também, também é culpa sua...
Mas porque somos tão culpados em amar, se amar é uma dádiva?
Perguntas e mais perguntas.
Nos machucamos muito por causa da duvida.
A vida é cheia delas e isso é doloroso.
Onde está tua felicidade?
Minha felicidade sempre esteve em você.
E eu sei disso porque sempre que estou perto me sinto.
Te sinto.
E sinto muito em não ter deichado que você sentisse que seria feliz ao meu lado.

Sinto Medo.
Crio Barreiras.
Tenho Mágoa.
E mais um pouco de medo.

Só que o desejo de estar junto de ti fazia com que eu tivesse de deicha-los de lado.
Acontece que um coração machucado não se cura da mesma forma que uma ferida, na verdade nem sei se consegue se cicatrizar. E se a cicatrização acontecesse, ainda assim, restaria a marca de toda dor e sofrimento ja sentido.
Mas é claro que o que passou já passou.
Mas é claro que não conseguimos apaga-lo da memória.
Assim sendo, não nos deichamos em paz.
Fazemos com o que é fácil ou parece ser, o mais dificil possivel.
Nos machucamos a nós mesmos.
Somos os criminosos mais perigosos para consigo.
Matando toda a forma de cura
Matando a felicidade
Matamos toda ou grande parte da nossa esperança.

Mas o que esperamos que aconteça?

Acredite que vou seguir daqui pra frente com você sempre comigo, nos nossos lugares, nas nossas palavras, nos nossos batimentos.
Isso porque ainda não acredito ser capaz de se deichar amar novamente por outro alguem além de você e você.

Pisei em um buraco... eis que perdi meu chão
Um buraco é um lugar em que alguém afunda.
Um buraco é um lugar onde não quero estar.

Te amo... Te peço que não vá embora.
Mas se tua felicidade estiver longe de mim, vá atrás dela.
Quero que tenha toda a felicidade que cabe em suas mãos.
Todos queremos ser feliz, e não quero te impedir que isso lhe aconteça.

:* PS

terça-feira, 27 de julho de 2010

Tanta felicidade por- Zélia Duncan


Não sei porque eu to tão feliz
Não há motivo algum pra ter tanta felicidade
Não sei o que foi que eu fiz, se eu fui perdendo o senso de realidade
Um sentimento indefinido foi me tomando ao cair da tarde, infelizmente era felicidade
Claro que é muito gostoso, mas claro que eu não acredito felicidade assim sem mais nem menos é muito esquisito
Não sei porque eu to tão feliz
Preciso refletir um pouco e sair do barato
Não posso continuar assim feliz como se fosse um sentimento inato
Sem ter o menor motivo
Sem ter uma razão de fato
Ser feliz assim é muito chato
E as coisas nem vão muito bem, eu perdi o dinheiro que eu tinha guardado
E pra completar depois disso eu fui despedido to desempregado
Amor que sempre foi meu forte, não tenho tido muita sorte
Estou sozinho, sem saida
Sem dinheiro sem comida e feliz da vida
Não sei porque eu to tão feliz
Vai ver que é pra esconder no fundo a infelicidade
Pensei que fosse por aí, fiz todas terapias que tem na cidade
A conclusão veio depressa e sem nenhuma novidade
O meu problema era felicidade
Não fiquei desesperado não, fui até bem razoável
Felicidade quando é no começo ainda é controlável
Não sei o que é que foi que eu fiz pra merecer estar radiante de felicidade
Mas faço pelo o que não fiz, fiz muito pouca coisa pra minha idade
Não me dediquei a nada, tudo eu fiz pela metade
Por que então tanta felicidade?
E dizem que eu só penso em mim, que eu sou muito centrado, que eu sou egoista
Tem gente que põe meus defeitos em ordem alfabética, faz uma lista
Por isso não se justifica tanto privilégio de felicidade
Independente dos deslizes, dentre todos os felizes sou o mais feliz
Não sei porque eu to tão feliz
Eu nem sei se é nescessario ter um bom motivo
A busca por uma razão me deu dor de cabeça, acabou comigo
Enfim eu tentei de tudo
Enfim eu quis ser consequente
Mas desisti vou ser feliz pra sempre
Peço a todos com licença
Vamos liberar o pedaço
Felicidade assim desse tamanho só com muito espaço.

kopasopaskopakposopasa

http://www.youtube.com/watch?v=vm5JaWTdn7E&feature=player_embedded

domingo, 27 de junho de 2010


Fui uma idiota em ter mentido, devia ter dito a verdade desde o início...
Não quero que você perca a confiança em mim por isso resolvi dizer a verdade depois de ter inventado duas mentiras idiotas.
Isso nunca mais vai acontecer te prometo.
Em cada lágrima que caia de seus olhos eu sentia meu coração queimar. Como se fosse a cera que pinga da vela na pele fria.
Não dava pra fugir da acusação do teu olhar.
Até minha respiração doía.
Tive de enfrentar meu medo de falar a verdade mesmo pensando na possibilidade de você não acreditar nela...

Depois das mentiras veio o arrependimento... te olhei nos olhos e não pude mais continuar insistindo nela...
Uma frase me fez morrer e ressucitar, como se eu estivesse prestes a cair no inferno e um anjo voando me agarrou pelas mãos...
Ela disse: Eu quero ser a tua vida...
Eu quero que saiba que quando você tomou meu coração, tomou tudo, eu digo tudo.
Quando você deu para trás eu desmoronei...
Eu lembrava de nós duas, mas cansava de esperar.
Me sentia só e saia a procurar algo, alguem que estivece disposta a me acompanhar.
Tão longe a gente ficava usando todo nosso orgulho como muros altos.
É mais fácil queimar do que construir.
É mais fácil se ferir do que curar.
Mas eu digo que você perde quando você desiste do que você ama, e eu vivi minha vida por tempo demais sem você.
Eu me perco na sua beleza, e repito, quando você tomou meu coração, tomou tudo.
Esse amor eu não vou parar de sentir.
Não vou nunca esquecer, vou alimentá-lo cada dia mais.
Você me deixou sua marca e eu a visto orgulhosamente em meu peito.
Vamos fazer de tudo para que agora seja como tem que ser quando duas pessoas se querem muito.
Eu estou sem medo, é melhor acreditar que estou sem medo.

segunda-feira, 14 de junho de 2010


Dia dos namorados... jantarzinho a luz de velas.
Curtindo um mpb ao vivo...
Pessoas apaixonadas...
Eu e ela...
Depois, baladinha...
Casa, (6) dormidinha e (6) novamente...
Não poderia ter sido melhor...

Ah... poderia sim se não fosse por um imprevisto... mas não é o fim do mundo, vou superar...
(L)
Posso dizer que estou feliz... =]
Mas não quero me empolgar muito...
Medo, medo, medo.
Agora tenho auto-controle, ainda tenho e não quero perder ele.
Não sei de nada do amanhã...
Só sei que o que aconteceu no passado de bom, hoje está melhor, novas oportunidades, novos lugares e uma "nova" pessoa, estou acreditando nisso, juro que sim...
Tomara que dessa vez de certo.
Eu quero que dê certo, e você?
HAha

terça-feira, 1 de junho de 2010


Hoje parei pra pensar nos meus relacionamentos antigos... e de como cada um deles foram acontecendo...
Não me vejo como uma pessoa romântica, ou pelo menos não me via dessa forma. Só não sei ao certo se esse negócio de ser romântico é relembrar com muito carinho alguns pequenos atos feitos ou palavras ditas em nome daquilo que eu compartilhava.
Não adianta eu tentar camuflar a ideia de que eu fui crescendo e aprendendo com cada um deles. Subia nas alturas e caia... Arrumava forças e subia novamente, tropeçava no meu próprio erro e enfim lá estava eu caída mais uma vez.
Logo me vem em mente a recordação das palavras ditas por minha mãe quando eu era pequena, caia e me machucava... ( cair é bom pra crescer). Sei lá de onde ela tirava isso, mas, hoje faz sentido pra mim.
Sobre meus relacionamentos tive relações intensas, outras nem tanto. Guardo um pouco de cada pessoa comigo, cada uma me ensinou alguma coisa, mas o que de mais importante eu aprendi dolorosamente foi ser fiel...
Uma coisa que eu nunca fui e hoje me arrependo... Nunca fui fiel aos meus princípios e a quem era comigo.
Perdi algumas chances de ser feliz, e como perdi.
Lamentar não vai mudar nada... mas se arrepender é o primeiro passo.
Eu procurava algumas coisas que para mim são fundamentais, cheguei a encontrar uma pessoa que era tudo o que eu precisava... Tinha tudo, em uma só.
Deixei escapar e sei que nunca mais terei a oportunidade de encontrar alguém tão perfeito como ela era para mim.
Decidi dar um bom tempo para mim, nada mais de namoros por enquanto.
Espero que eu não pague pelos meus pecados ficando velha e triste pelos erros cometidos no passado.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa para um abraço ou consolo
Hoje eu acordei com medo, mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim (que não tem fim)
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio, mas também bonito
Porque é iluminado pela beleza do que aconteceu
Há tempos atrás.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Flor da Pele- Zeca Baleiro

Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar flor na janela me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Que meu desejo se confunde com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele tem o fogo do juízo final
Um barco sem porto sem rumo sem vela cavalo sem sela
Um bicho solto um cão sem dono um menino um bandido
Às vezes me preservo noutras suicido

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Grande parte do meu tempo eu tento achar uma solução para os meus problemas...
Justamente por ter taaaaaaantos problemas mesmo, é que nunca sei por onde começar, ou qual problema teria de ser analisado com maior urgência...
Sei o que me falta... ATITUDE... e mais nada.
E atitude não é uma coisa que se conquista da noite para o dia...
Bóra trabalhar nisso a partir de agora... Nunca é tarde para se descobrir suas falhas...

^^
Cansei de viver da ilusão de que um amor antigo possa voltar a acontecer.
Cansei disso...
Vou viver da minha razão.
Não deixarei mais que meus sentimentos influenciem em alguma atitude minha, já vi que não da pra ser feliz dessa forma.
Quero somente pessoas sinceras ao meu redor, chega de mentiras e fantasias..

:*

terça-feira, 13 de abril de 2010


Por mais que eu tente não querer, eu quero.
Por mais que eu saiba que não vou ter, eu teimo que vou ter sim.
Por mais que eu diga (espera...), não tenho calma.
Por mais que eu tente não amar, eu amo.
Porque nem sempre querer é poder.
O coração obscurece a visão da inteligencia e, então, a vontade não iluminada pela luz da razão, toma decisões incertas.
=/
Sobre as pessoas efusivas tenho algo a dizer...
Não as culpem por serem exageradas, nem deixem de gostar delas por esse motivo...
Elas só são pessoas carentes e precisão de atenção...
Por isso tentam chamar a atenção de todos em todos os lugares que passam.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Um edifício no meio do mundo.

Eu que sonhei por tanto tempo em ser livre... Me prenda em seus braços, é o que eu te peço.
Somos um barco no meio da chuva, um edifício no meio do mundo, fortes e unidos como a imensidão, um passeio no meio da rua, vão os dias e noites afora, agora podemos ver na escuridão. Só por você eu dei até o que eu não tive, a tantos que vivem sem viver um grande amor...
Eu que sonhei por tanto tempo em ser livre... Me prenda em seus braços, é o que eu te peço.

domingo, 4 de abril de 2010

Deixe-me morrer com todo esse amor ainda contido aqui dentro já que o destino conspira contra mim... O que é pra ser vai ser, mas se meu final não for com ela não sei o que será de mim...
Muitas vezes tentei me apaixonar de novo, digo, amar alguém de verdade como já amei um dia, tentar enxergar todo o amor que ela transportava a mim através de um simples olhar, um simples toque ou uma simples palavra.
Não acredito que tudo vá ser esquecido , nunca será.
Sei que fui amada e me dói saber que não estou descarregando todo esse meu amor em quem realmente é dona.
Ela sabe que vai sempre ser dona de todos os meus sentimentos, por tudo o que me fez passar, por todas as horas magicas que vivemos, por todas as lágrimas derramadas. Não foi tudo em vão, ou melhor, não pode ter sido tudo em vão.
Um amor que ardia como fogo dentro de mim que infelizmente se transformou em um abraço cheio de cinzas, um grito ajoelhado de dor, que se acumulam hora após hora, como sonhos agridoces à espera de acontecer.
Eu estava tentando mentir pra mim, tentando com outras esquecer ela, mas, sempre me faltou algo... não sei como fechar esse vazio dentro de mim. Por que agora ela vem me lembrar das coisas do passado? Dizer que ainda sente minha falta? Por que então não estamos juntas?
As vezes não é bom mexer no passado, arrancar a casca da ferida que ainda não foi cicatrizada.
Ainda guardo as cinzas daquele abraço aqui comigo...

Tomara que um anjo venha até mim e me prove que eu posso amar de novo...
Quero alguém para amar e ser amada com intensidade maior do que eu jamais senti, se é que é possível.

sábado, 27 de março de 2010

Frágil – tenho vontade de chorar, vontade de ir embora.
Para que me protejam, para que sintam minha falta.
Vontade de viajar para bem longe, romper todos os laços, sem deixar endereço.
Um dia mandar um cartão-postal de algum lugar improvável.
Escrever: penso em você. Deve ser bonito, mesmo melancólico.
Fico comovida com o que não acontece, sinto frio e medo.
Olhando por trás da vidraça a chuva que, aos poucos começa a passar.
Chorando por tudo que se perdeu, por tudo que apenas ameaçou e não chegou a ser, pelo que perdi de mim, pelo ontem morto, pelo hoje sujo, pelo amanhã que não existe, pelo muito que amei e não me amaram, pelo que tentei ser correta e não foram comigo.
Meu coração sangra com uma dor que não consigo comunicar a ninguém, recuso todos os toques e ignoro todas tentativas de aproximação.
Tenho vergonha de gritar que esta dor é só minha, de pedir que me deixem em paz e só com ela, como um cão com seu osso.
Fumarei demais, beberei em excesso, aborreco todos os amigos com minhas histórias desesperadas, noites e noites a fio permaneco insone, a fantasia desenfreada e o sexo em brasa, dormirei dias adentro, noites afora, faltarei ao trabalho, escreverei cartas que não serão nunca enviadas, consultarei os astros, pensarei em fugas e suicídios em cada minuto de cada novo dia, chorarei desamparada atravessando madrugadas em minha cama vazia, não consegurei sorrir nem caminhar de bobeira pelas ruas sem tentar descobrir em algum jeito alheio o jeito exato dela, em algum cheiro estranho o cheiro preciso dela.
Não choro mais. Na verdade, nem sequer entendo porque digo mais, se não estou certa se alguma vez chorei. Acho que sim, um dia. Quando havia dor. Agora só resta uma coisa seca. Dentro, fora.
A única magia que existe é estarmos vivos e não entendermos nada disso.
A única magia que existe é a nossa incompreensão.

sexta-feira, 26 de março de 2010


Acordei de um sonho em que me vi sem saber optar pelo o que acho certo ou errado... Ficava sem ação, perturbada pelas diversas escolhas cabíveis sobre algumas situações...
Me perguntei... qual será minha vontade??? Vontades, escolhas, querer ou não??


Vontades... Vontades... e Vontades... falar sobre as minhas vontades em si é fácil...
Heim(...)?????
Vejo que não é tão fácil assim não...

Talvez eu tenha vontade de apenas ter com quem conversar... mas nem todos estão dispostos a ouvir minhas lamentações ou devaneios.
Talvez eu tenha vontade de apenas um abraço sincero...mas de quem me dê sabendo que eu realmente preciso daquilo, de alguém, que perceba a falta que esse simples gesto me faz e o quanto seria valioso para mim recebe-lo.
Talvez eu tenha vontade de estar só... mas me ouvir nessas horas é embaraçoso.
Talvez eu tenha vontade de pegar uma mochila e andar sem rumo só de brincadeira... mas solidão demais pode me deixar perdida, sem rumo de verdade.
Talvez eu tenha vontade de me encarar de frente... mas por mais que eu me apavore, não consigo me encarar, minhas falhas vem a tona e melhor nem lembrar.
Talvez eu tenha vontade de apagar de vez meu passado... mas felizes são os que observam o passado para poder caminhar no futuro.
Talvez eu tenha vontade de me manter sorridente, mesmo que tudo esteja desabando sobre mim... mas terá aquela pessoa que ao me ver perceberá o quão triste ou desanimada estou.
Talvez eu queira apenas chorar... mas ter alguém que me faça rir quando eu precisar.
Talvez eu queira um tapa na cara para sentir dor maior que a do coração... mas qualquer dor nunca será maior que a interior, dor carnal passa, disso eu sei.
Talvez eu queira ser amada... mas não sei se depois de tanto fazer sofrer quem me amou um dia eu seja merecedora, e mesmo que isso aconteça não estou me permitindo mais amar e ser amada.
Talvez eu queira nunca mais ouvir EU TE AMO... mas sei que não viverei sem isso, mesmo que me digam só por consolo, ouvir isso é revitalizante, se for de mentira mas na hora própriamente dita parecer verdadeiro terei minutos de alegria, e a vida é feita disso, de cada minuto vivido.
Talvez eu queira ter controle total sobre mim... mas sei que se não perder o controle as vezes não vou mais querer lutar por mim.
Talvez eu queira parar de escrever essas besteiras... mas sei que escrever isso é preciso, por enquanto é minha válvula de escape.
Talvez eu queira mergulhar fundo em todos meus problemas em busca de soluções rápidas... mas tenho medo de me afogar.
Talvez eu queira uma prova de amizade, alguém que me ligue com saudades... mas isso é difícil de acontecer, acontece nos momentos errados, quando já estou cercada de amigos, e quando estou só??? ¬¬

Talvez eu queira isso...
Talvez queira aquilo...
Nem sei o que querer realmente...
E você, sabe o que quer??
Quero algo nesse instante... Dormir e voltar a sonhar.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

"Simplesmente eu sou eu.
E você é você.
É vasto, vai durar.
Por enquanto tu olhas para mim e me amas.
Não: tu olhas para ti e te amas.
É o que está certo."
Quando somos abandonados pelo mundo, a solidão é superavél;
quando somos abandonados por nós mesmos,a solidão é quase incurável...